Desde o dia 10 de junho de 2012 (dia em que o Taiti garantiu vaga para a Copa das Confederações) já se sabia que a seleção seria massacrada dentro das quatro linhas. O absurdo desempenho já se era esperado, mas, não se esperava que a seleção marcasse tanto sua vinda ao Brasil, os taitianos deram um show, dentro e fora de campo. Infelizmente o show não foi com a bola.

 

A conquista da Taça da Oceania, por si só, foi histórica, a primeira seleção a destronar Nova Zelândia e Austrália (que mudou para Ásia na geográfica fifística) em gramados oceânicos. Isso já seria suficiente para alguns clubes, jogadores e torcedores brasileiros passassem a ter certo tipo de “esnobismo” com seus países vizinhos. Isto não aconteceu.

 

 

Eles vieram ao Brasil, com uma única missão: dar seu máximo e jogar limpo. 23 atletas e apenas um profissional (Marama Varihua, taitiano que deixou seu país bem cedo e chegou a jogar pela seleção de base francesa. Sua primeira convocação para o Taiti foi nessa Copa das Confederações). Além disso, entre motoboys, personal trainers e professores, o plantel da equipe estava recheado de desempregados também.

 

Sem duvida alguma, os taitianos trouxeram as melhores imagens da competição. Também trouxeram humildade e gestos difíceis de encontrar por aí. Levaram de seis, oito e dez e em nenhum momento partiram para violência, em nenhum momento deixaram de lutar pelo tão sonhado gol, que veio logo na primeira partida, seguida de uma comemoração comovente cheia da alegria que é peculiar a aqueles que amam esse esporte.

 

 

Quando foi a ultima vez que você viu um clube da sua cidade ir visitar uma favela e dar ingressos para pessoas menos afortunadas apenas para dividir o momento qual eles estavam passando? Aí dirão: “Ah, isso por que eles não são famosos. Se fossem um pouquinho, eles não fariam nada disso!”, engana-se quem pensar dessa forma. Em apenas dez meses de imprensa esportiva paraibana, já vi muito Zé Ninguém com arrogância de campeão mundial.

 

Dentro do relvado, faltou organização, técnica e preparo físico. Sobrou vontade, sobrou alegria, sobrou fair play e também muita inexperiência. Mas as atitudes demonstradas fora de campo fizeram com que a equipe ganhasse por completo o torcedor brasileiro, e não foi aquela torcida peculiar ao brasileiro, de sempre ir ao lado do mais fraco, os taitianos ganharam o publico aqui de forma tão singular, que talvez dividisse o estádio numa partida contra os anfitriões.

 

E no final, ficaram as imagens e historias para contar. Dificilmente alguém superará negativamente essa campanha, dificilmente veremos o Taiti em um mundial nos próximos anos, mas uma semente foi plantada para a evolução do futebol de lá e um bom exemplo para o futebol daqui.

 

No final das contas, eles voltam para casa com boas historias, partidas em dois estádios míticos e lembranças incríveis. Levarão consigo para sempre a indescritível sensação de ser apoiado por milhares de torcedores e serão gratos eternamente ao Brasil pela estadia. Mas, o selecionado do Taiti também ficará marcado em alguns brasileiros, inclusive eu, que (emocionado) não consegui parar de aplaudir aquela seleção até que deixasse completamente o campo na partida final.

 


  1. Rather entertaining many thanks, I believe your visitors could possibly want significantly more content pieces similar to this carry on the excellent do the job.

  2. read more disse:

    Robert, they vary. It’s up to your authors. Many with the letters coming up are handwritten, or hand-notated, it’s about half and half. Though most with the first letters were typed. The fourth letter was a comic.

  3. Hi there! I’m at work surfing around your blog from my new iphone 3gs! Just wanted to say I love reading through your blog and look forward to all your posts! Carry on the excellent work!

  4. Continue disse:

    I relish, lead to I found exactly what I was looking for. You’ve ended my four day long hunt! God Bless you man. Have a great day. Bye

  5. What’s up, just wanted to tell you, I enjoyed this blog post. It was practical. Keep on posting!

  6. Hi would you mind sharing which blog platform you’re working with? I’m planning to start my own blog soon but I’m having a tough time making a decision between BlogEngine/Wordpress/B2evolution and Drupal. The reason I ask is because your design seems different then most blogs and I’m looking for something unique. P.S My apologies for being off-topic but I had to ask!

  7. cokupon mlb shop coupon for nfl shop cheap nhl jersey

  8. With havin so much content do you ever run into any issues of plagorism or copyright violation? My blog has a lot of completely unique
    content I’ve either authored myself or outsourced but it appears a
    lot of it is popping it up all over the internet without my authorization. Do you know any methods to
    help reduce content from being stolen? I’d really appreciate it.

  9. Useful info. Lucky me I discovered your site by chance, and I am surprised why this coincidence did
    not came about earlier! I bookmarked it.

Deixe seu Comentário

Guest no horário do Servidor é Friday, July 28, 2017 08:54:45

Connect with:



Sobre o Autor

Yan Cavalcanti, 22 anos, paraibano apaixonado por futebol desde pequeno. Graduando em Sistemas para Internet pelo IFPB, ex-aluno Marista, Estagiário da Dataprev, Goleiro ofensivo, gamer, e acima de tudo fã de um futebol bem jogado e analista da parte tática, sempre tentando arrumar uma forma de explicar uma partida de futebol.

Sobre o Blog

O Futeblog nasceu da vontade de compartilhar com o mundo minha visão sobre o futebol, espero aqui discutirmos de simples opiniões apaixonadas até questões táticas profundas, conto com ajuda de vocês para que possamos tornar esse blog uma ótima experiência fora das quatro-linhas, do passado ao presente, futeblog está aqui para que nós possamos mostrar como vermos esse esporte que é a maior paixão nacional de todas!

Enquete

Neymar está pronto para guiar a Seleção Brasileira em 2014?

View Results

Loading ... Loading ...